8.19.2011

Aquela pergunta sem resposta..

Nem sempre é fácil, não está a ser fácil. Viver cada dia que passa sem ouvir a tua voz, sem saber se estás bem, como te estás a adaptar a viver longe de mim.
Tudo perguntas à qual nunca irei ter uma resposta . (..)
Uma destas noites fiquei a pensar em ti, até às cinco e tal da manhã, nesse longo tempo que tive ocupada a pensar em ti, a música e as lágrimas acompanharam-me, na verdade têm estado sempre comigo..
Enquanto isso, olhei para o monitor da minha televisão, e sabes uma coisa? Eu e tu aparece-mos do nada, naqueles bons tempos, tempos antigos. Foi tão bom, porque apesar de já te teres ido embora, sei que passamos momentos incríveis juntos e disso eu não me arrependo..
Depois de nos ter imaginado, ri-me mas logo a seguir as lágrimas vieram e apoderaram-se da minha cara, provavelmente tenham sido as que me doeram mais a cair..
Logo a seguir foi a altura da almofada, agarrei-me a ela com toda a força que tinha na altura, e disse
« PORQUÊ? » . A pergunta que faço todos os dias.. Mas a vida tem destas coisas não é verdade? Tenho de pensar que isto foi mais um daqueles testes que a vida nos faz quando menos esperamos, para nos tornar mais fortes..
Mas desta vez, acho que abusou um bocadinho. Sim, estou a conseguir ultrapassar isto tudo, mas ninguém imagina o quanto choro e no dia seguinte, faço um sorriso e digo « sim, está tudo bem » .
Só quero que esta fase acabe, e de preferência DEPRESSA!

4 comments:

Catarina Pereira ♥ said...

compreendo o que sentes sista .. infelizmente.
tá lindo $: quase que chorei com este texto <3

Catariina said...

Pois, eu tb chorei a faze-lo..

Catarina Pereira ♥ said...

lamento sista :x

Catariina said...

x4