9.09.2011


Não quero dizer que sejas passado, porque não o és. Ainda és um presente na minha vida.
Mas já desisti de ti, não por ser fraca, mas sim por me fazeres sofrer a cada dia que passa, e não fui fraca, porque se fosse fraca já me tinha suicidado, é isso que os fracos fazem.
Mas não, não quis dar parte fraca, estou a esquecer-te aos poucos, a cada dia que passa aquela necessidade constante de estar contigo e falar contigo diminuí .
Todos os realicionamentos têm, o seu tempo, e nós tivemos o nosso. Sim foi fantástico enquanto durou, sentia que me amavas, mas tudo se alterou.
Agora todas aquelas palavras traiçoeiras que me faziam acreditar em ti, deixaram de existir, deixaram de ser prenuciadas, com o tom de culpa.
Será que todas as promessas, pedidos e confissões que fazia contigo, irei algum dia ter coragem para fazer com outra pessoa?!
Um dia tudo partirá, devo ficar apenas com as memórias e recordações..
Isso ninguém me vai poder tirar, nem irá fazer com que elas desapareçam .
Parece que agora tudo finalmente se iluminou, e que antes era demasiado escuro para ver as evidências, mas agora diz-me..
Porque é que demoras-te tanto tempo a mostrá-las? Porque é que me fixes-te acreditar na tua palavra?
Ah não espera, afinal sei a resposta, eu amava-te .
Daquela maneira que se fica completamente tapadinha, e que ficas sem ver aquilo que é realmente a verdade.
Ainda te acho perfeito, um perfeito cheio de imperfeições.
Não sei se é ódio a palavra certa, aquilo que talvez descreva o que sinto por ti.
Sinto que fui enganada e que andas-te a gozar comigo e com os meus sentimentos.
Mas uma coisa te digo, podes-me chamar de boneca, mas comigo não brincas .

6 comments:

inêsmorais' said...

Estou a seguir (:

Sara said...

Gostei (:
e sigo (:
beijinho*

inêsmorais' said...

Que querida , obrigada * :)

Sara said...

Obrigada também por seguires querida (:
beijinho *

inêsmorais' said...

Que simpática :)

inêsmorais' said...

Ainda bem xb